ANIVERSÁRIO ASSOMBRADO!

29.04.2018

>> Há 66 maios passados, era fundada pelo Jornalista Roberto Marinho, a Rio Gráfica Editora (RGE) como mais um braço das organizações O Globo e apesar de formar um sigla sonora e simpática essa não foi a primeira opção de nome imaginada pelo empresário, ele queria Editora Globo por motivos óbvios, mas essa marca já tinha dono na época.

 

Já no ano seguinte a editora lançaria aquele título que é considerado por muitos (pelo menos, os muitos fãs de quadrinhos), como sua mais famosa publicação - Fantasma Magazine #1 ou simplesmente Gibi* do Fantasma em Março/Abril de 1953.

 

Ela detém um record até o momento inquebrável, dentre os heróis fantasiados no Brasil com suas 371 edições contínuas. E teria ultrapassado a marca das 400 se, ao adquirir a Editora Globo de Porto Alegre e aposentado o nome RGE em 1986, seus editores não optassem por re-iniciá-la.

Batizada como Fantasma Extra ela teve outras 48 edições publicadas, até Dez/92, quando foi mais uma das vitimas da crise econômica dos Anos 90. Ainda assim como um último suspiro, Kit Karson apareceria em cinco das doze edições de uma nova versão do Gibi, editado até Maio/94.

 

O Fantasma hoje em dia, nem de longe lembra a época em que dominava as bancas, num fenômeno só igualado pelo Ranger Tex Willer em títulos concomitantes, mas desde que deixou de ser publicado pela Globo, ele tem aparecido timidamente em outras editoras como Opera Graphica, Pixel e Mythos.

 

Já na Batdeira, ele participou de dois projetos imaginários com histórias de Jim Aparo e Don Newton que tiveram ótima repercussão. Tanto, que resolvi imaginar como seria SE a Editora Globo decidisse voltar a publicar "O Homem Que Não Pode Morrer", com uma edição comemorativa dos 65 Anos de lançamento de Fantasma Magazine #1:

 

Lee Falk's apresenta O Fantasma: Perigo na Cidade Perdida seria baseado no compilado da minissérie de mesmo nome da editora Hermes Press. Roteirizado por Peter David (de Hulk e X-Factor) e ilustrado por Sal de Velluto (de Moon Knight e Black Panther) que desde 2007 vem atuando em várias edições de Fantomen*.

Quanto ao design, procurei incorporar elementos que trouxessem um ar nostálgico ao visual. A começar pela escolha da capa pintada, que é exclusiva do encadernado da Hermes Press., seguida de uma textura de pinceladas bem marcadas em tons pasteis ao fundo e uma bela fonte manuscrita para o nome O Fantasma, no mesmo tom roxo de seu uniforme original.

 

Na 4º quarta capa, exploro uma das ilustrações assinadas por Velluto para a minissérie, onde vemos porque no passado o personagem foi apresentado aos brasileiros como "Fantasma Voador"...

... e inventei uma slipcase, só para poder usar outras duas também; Na frente, um amplo painel de personagens e elementos da trama, que saiu como capa variante do encadernado da HP e...

... no verso uma nova reinterpretação do famoso o Juramento do 1º ancestral de Kit Karson, ao lado dele próprio o 21º descendente dessa dinastia de combatentes do crime, reduzida de uma página dupla...

... e agregando ainda mais valor a essa edição especial, uma 2ª Reimpressão* de Fantasma Magazine #1...

>> Todas as capas originais da minissérie foram ilustradas por Sal Velluto, (cada uma mais bonita que a outra); Vejam como foi difícil escolher apenas uma para o verso dessa publicação imaginária:

Impossível não visualiza-las, no miolo da edição formando capítulos. Seria um verdadeiro "assombro".

*Gibi, para quem não sabe, é o apelido pelo qual antigos colecionadores se referem as HQs. Ele foi cunhado pela equipe do Jornal O Globo, ao lançarem o tabloide em 1939, época que adquiriram a exclusividade de todos os personagens da King Features Syndicate, entre os quais se encontravam o mágico Mandrake e Fantasma, as duas criações de Lee Falk.

 

Confiram então essa pequena galeria, que montei com a ajuda do Guia dos Quadrinhos, onde importantes capas contam um pouco da bem sucedida trajetória dos Gibis do Fantasma:

 

Da esq. p/ dir.: A estreia "voadora" no suplemento juvenil de O Globo #11 (20/07/1937); Em o Gibi #33 (02/08/1939) onde nosso herói passaria a ser publicado nos dois impressos, até ganhar título próprio com o Fantasma Magazine #1 - Março/Abril de 1953;

 

Com a mudança de RGE para Editora Globo, em Fev/1987, após 371 edições, ele passaria a ser chamado de Fantasma "Extra" - que deixou de aparecer na capa na edição #29 - com mais 48 números até Out/1993, quando passou a integrar um mix variado na volta de o Gibi, que durou menos de um ano; Sua última capa foi a de número 11 em Abr/1994.

 

Além disso tudo, o Fantasma teve dezenas de outros títulos, como almanaques, super--almanaques, mini-séries e edições tanto capa dura com o histórico Casamento do Fantasma de 1977, assim como brochura, dentre eles o Especial de 1980, com a 1ª Reimpressãode Fantasma Magazine #1.

Agora, assombroso mesmo é a numeração de *Fantomen a revista sueca do herói, onde seu colante é azul e que em 2011 ultrapassou as 1.500 edições regulares pela Editora Egmont...

... acima, com cortesia do ComicVine a primeiríssima edição de 1950 (por Wilson McCoy); A emblemática #1500 (por Sal Velluto, olha ele aí) e a última edição publicada, nesse mês (por Georges Bess).

Para todos aqueles que ficaram ávidos por mais detalhes e curiosidades:

 

Sobre a longa caminhada do "Espírito que Anda", assistam esse vídeo do Pipoca&Nanquim;

 

Visualizem a trajetória da RGE/Globo em forma de Timeline na Memória Roberto Marinho;

 

Leiam a matéria do Marcelo Naranjo, com entrevista do Gonçalo Júnior no Universo HQ;

 

E ouçam o editor Leandro Luigi Del Manto, falando sobre sua época na Globo, no Podcast do UHQ.

>>Todos os personagens, logotipos e elementos são marcas registradas e seus direitos pertencem as suas respectivas empresas e criadores. Todos os direitos reservados. Este site não é autorizado pelos mesmos. Este é um site de fã dedicado a alegria de colecionar os personagens citados e nenhuma infração de direito autoral é intencional. >> All characters and all things related to characters, logotypes and elements are trademarks of and © belong to their respective companies and creators. All rights reserved. This site is not authorized by any companie or creator. This is a fan site dedicated to joy of collecting no copyright infringement is intended.

Please reload

A BATDEIRA NÃO PRODUZ, RÉPLICAS, CÓPIAS ARTESANAIS, FAC-SÍMILES

NEM QUALQUER OUTRO IMPRESSO SEM  AUTORIZAÇÃO DOS DEVIDOS PROPRIETÁRIOS.

NEM FAZ COMÉRCIO COM OS MESMOS EM SITES DE LEILÃO.

 >>Todos os personagens, logotipos e elementos são marcas registradas e seus direitos pertencem as suas respectivas empresas e criadores. Todos os direitos reservados. Este site não é autorizado pelos mesmos. Este é um site de fã dedicado a alegria de colecionar os personagens citados e nenhuma infração de direito autoral é intencional. >> All characters and all things related to characters, logotypes and elements are trademarks of and © belong to their respective companies and creators. All rights reserved. This site is not authorized by any companie or creator. This is a fan site dedicated to joy of collecting no copyright infringement is intended.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now